• Ivana Brazil

Tudo no seu lugar.

A Síndrome de Down, ou trissomia do cromossomo 21, é uma alteração genética causada por um erro na divisão celular durante a divisão embrionária, em vez de dois cromossomos no par 21, possuem três. Algumas características das Pessoas com Síndrome de Down são, de um modo geral, as mesmas. Olhos oblíquos, puxadinhos para cima; nariz pequeno e ligeiramente achatado; boca pequena com língua maior que o normal; mãos largas com dedos curtos; atraso intelectual, alguns problemas de saúde, entre outras. Mesmo assim, cada pessoa com Síndrome de Down tem suas particularidades dentro dessas características. Somos Iguais, porém diferentes.

A Cintia apresenta algumas dessas características, mas em relação à saúde ela não precisou fazer nada de intervenção cirúrgica, o que em muitos casos é necessário. Com seis ou sete anos teve uma pneumonia e ficou internada, mas se recuperou bem e sem sequelas. Outra característica que a Cintia nunca apresentou foi uma tendência à obesidade e mesmo assim minha mãe sempre ficou em cima de sua alimentação. Dessa maneira, a Cintia acabou registrando sua rotina alimentar. Comida certa na hora certa, ou então agitação na certa! Pois, tudo tem que estar no seu lugar e no seu tempo. Assim é a Cintia. Não só com a alimentação, mas tudo que envolve sua rotina.

Eu não sei se, de fato, essa extrema organização é uma característica da Síndrome de Down. Mas meus pais sempre relacionaram a isso. Minha mãe afirmava que sim. Mas, como somos seres únicos e cheios de particularidades, talvez isso esteja relacionado ao ser. Esse sistema de organização que a Cintia criou na cabecinha dela, é dela. Se é uma característica ou não, eu não sei, mas foi a maneira que ela encontrou de se sentir feliz realizando as coisas que acredita que têm um lugar e um horário certo para serem feitas.

A Cintia faz tudo igual sempre. Sair da rotina a deixa bem agitada. Anda pra lá e pra cá e quando as coisas voltam ao “normal” ela respira aliviada. Seu café tem que ter os três itens que ela consome e, às vezes, ela não tem fome, mas acaba comendo porque precisa cumprir os itens. As toalhas em uso têm horários para estarem ao sol e depois penduradas no suporte do banheiro. E assim ela cria seu mundo, com suas regras, seus horários e tudo em seu lugar. Tanto que, no trabalho que ela exerce na Farmácia, é impecável. Dito uma única vez, ela já registra e deixa tudo no lugar! Feliz da vida. Por estar afastada do trabalho, acaba tendo mais funções e afazeres em casa. Ela gosta. Mas, lembrando de que tudo deve estar no seu lugar.

Esse ritmo de organização da Cintia é muito legal, porém, para quem está ao seu redor, é um baita desafio. Não que sejamos desorganizados, mas há um sistema criado na cabecinha dela, que quando quebrado tira a Cintia do eixo e ela sente. Ela se agita, não consegue não fazer quando não tem necessidade. Ela faz. A gente pede, explica e diz pra ela ficar tranquila que às vezes as coisas podem ser diferente, mas muitas vezes isso dura algumas horas e quando menos esperamos lá está ela mexendo, arrumando porque precisa ser assim. Muitas vezes ela quer fazer esses movimentos em horários de compromisso e resulta em atrasos. Às vezes perde-se a paciência. Sim, acontece.

No convívio, acabamos entendendo e respeitando. Sempre que possível mantemos esse sistema, mas nem sempre funciona. A Cintia é uma mulher que se esforça pra entender que as coisas podem não estar no lugar e que tá tudo bem. Ela, muitas vezes, conversa com ela mesma dizendo que tá tudo bem. E assim aprendemos e respeitamos o espaço uns dos outros. Mas se ela for fazer qualquer atividade, passeio, aula, trabalho, pode ter certeza que antes tudo estará no lugar. E assim ela é feliz. É isso que importa.

Fonte:

https://www.tuasaude.com/sintomas-da-sindrome-de-down/

https://drauziovarella.uol.com.br/doencas-e-sintomas/sindrome-de-down/