• Bárbara Barbosa

ESPECIAL: Dia Internacional contra Discriminação Racial

O Dia Internacional contra a Discriminação Racial foi criado pela Organização das Nações Unidas (ONU), em memória ao “Massacre de Shaperville”, que ocorreu em 21 de março de 1960.


Nesta data, aproximadamente 20 mil pessoas protestavam pacificamente contra a “Lei do Passe” em Shaperville, bairro de Joanesburgo, África do Sul. A lei obrigava os negros a andarem com uma caderneta de identificação que limitava os locais por onde eles poderiam circular dentro da cidade.


Tropas militares do Apartheid¹ atacaram os que ali estavam com rajadas de metralhadoras e mataram 69 pessoas, além de ferir cerca de 180 deles.


Em homenagem à luta e memória desses manifestantes, o Dia Internacional contra a Discriminação Racial é celebrado todo dia em 21 de março, mesmo após o fim do Apartheid.



¹Apartheid foi um regime de segregação racial implementado na África do Sul em 1948 pelo pastor protestante Daniel François Malan — então primeiro-ministro —, e adotado até 1994 pelos sucessivos governos do Partido Nacional, no qual os direitos da maioria dos habitantes foram cerceados pela minoria branca no poder.


Fontes: Massacre de Shaperville e Apartheid