• Bárbara Barbosa

Black Money

Olá, querides, espero que todos estejam bem e atentes ao #ForaBolsonaro!


Nas duas últimas colunas falei sobre o autocuidado e no mês passado pincelei sobre um termo usado pela negritude que quero expandir hoje: Black Money.


Mas antes de tudo, vou te indicar aqui pessoas pretas que prestam serviços em alguns dos aspectos que fazem parte do autocuidado. Sigam lá e utilizem contratem! Ah, prometo que no final as coisas farão sentido 😊


Psicólogos – porque terapia é necessária demais e pode ser acessível

- Amanda Sant’Anna (minha psico maravilhosa!) - @em_contato

Atendimento online - https://www.vittude.com/psicologo/amanda-carolina-oliveira-santanna

- Alisson Vianna (psicólogo e colunista maravilhoso do portal) - @alissonvianna.psicologo


Estética – porque somos lindos e podemos exaltar nossa beleza de várias formas

- Marcela Santos (cabeleireira e trancista maravilhosa em Guarulhos/SP) - @marcelasantos.beauty

- Sherida (Trancista sensacional! Embelezando pretes famosos, inclusive!) - @sheridacabelos


Atividade física – alguns canais de atividades comandados por pessoas pretas

Kukuwa (no Youtube em inglês)

Afrifitness (no Youtube em inglês)

Kemetic Yoga - a Yoga praticada no continente africano (no Youtube em português)


Trocando em miúdos: Black Money em tradução livre significa dinheiro preto. Mas a ideia desse termo se refere à economia. É fazer com que o dinheiro que nós pretinhes suamos tanto pra receber circule ao máximo entre nós mesmos. Desta forma, podemos fazer com que a renda de outras pessoas pretas aumente organicamente. Especialmente a de quem presta serviços. E não é ganhar, gente! Vamos usar bem esse vocabulário aí: salário, comissão, pagamento, honorário etc., você RECEBE. É o fruto da venda da sua mão de obra/conhecimento para quem precisa daquele serviço. Seja a empresa onde você é contratado, seja a pessoa que te paga por um serviço específico (Um salve pro mano Marx! 😉).


Quando mencionei sobre o tema na coluna anterior, fiz um gancho sobre como não devemos gastar nosso rico dinheirinho com produtos/pessoas que não nos valorizam, que só nos enxergam como nicho econômico e fonte de enriquecimento sem se atentar às nossas necessidades reais. Vamos combinar aqui de fazer nosso Black Money circular bastante e direito entre nós?


Como já foi dito anteriormente, o mercado de trabalho para pessoas pretas remunera muito mal. Toda a questão social envolvida faz com que tenhamos a necessidade de nos levantar, por isso, precisamos, sim, tentar fazer esse dinheiro nos empoderar para que os nossos tenham seus destinos mudados daqui pra frente.